Início conteúdo principal

Arquivos da categoria: Nossa rede

Precisamos falar sobre Verônica

Por Fabiano Cameran

Entre as inúmeras surpresas que a segunda edição do Encontro de Leitura Inclusiva de Sergipe nos trouxe, umas das mais marcantes, certamente, foi a história de Maria Verônica Esteves, nascida na cidade de Boquim, localizada cerca de 84 km de Aracaju. Com um astral contagiante e uma alegria que erradia a todos a sua volta, Verônica, 62 anos, dá aula de força de vontade e mostra através de seu testemunho que nunca é tarde para aprender a ler e a vencer as barreiras (mesmo físicas) impostas pela vida.

Verônica nasceu com uma deficiência visual, em sua cidade os recursos eram escassos e até mesmo viajar para a capital sergipana era uma empreitada complexa para uma família que lidava com a roça em meio ao sertão nordestino, as barreiras faziam com que a cada dia a expectativa de enxergar o mundo fosse mais remota para a jovem, alguns médicos diziam que a única esperança  estava localizada a muitos quilômetros, mais precisamente em São Paulo, e nenhum tratamento existente na época garantiria a sua cura.

De família católica, Verônica teve seu primeiro contato a um ensino ainda em sua infância através da catequese, onde absorvia todo o conteúdo passado por sua catequista através de uma atenta escuta de tudo o que era dito. Mas por lidar desde cedo com o trabalho do campo Verônica nunca teve oportunidade de estudar, mesmo que tivesse não haviam escolas com estrutura para a receberem, uma vez que os professores além de não terem preparo não tinham também materiais em acessíveis.

Da infância, a adolescência e tão logo Verônica já era uma mulher, guerreira e trabalhadora mas sem ter acesso a informação e tão pouco a educação, a cura de sua deficiência era ainda mais difícil. Certo dia, após uma consulta um médico falou para sua mãe que não havia mais o que ser feito pela medicina local, mais uma vez a solução se mostrava presente em São Paulo, mas as chances de cura eram de no máximo 10% e ainda assim a visão seria parcial. Foi então que Verônica disse a sua mãe que não queria correr mais atrás de tratamentos para seu problema, uma vez que ela veio ao mundo assim então aceitava aquilo como seu destino.

O tempo passou, Verônica era sempre rodeada por amigos e familiares sempre dispostos a ajudarem quando ela precisasse, mas ainda lhe faltava algo, e aquilo que lhe faltava por mais incrível que pudesse parecer não era a sua visão, mas sim a oportunidade de conhecer o mundo mesmo que de maneira lúdica através da leitura. Foi então que ela conheceu uma senhora evangélica, que a estimulou a aprender a ler pois nunca era tarde para o Saber. Essa senhora então, mesmo sem também saber ler em braile, conseguiu algumas cartilhas que ensinavam o alfabeto braile e juntas elas aprenderam a decorar cada uma das letras, aos poucos a então professora de Verônica conseguiu alguns livros religiosos em braile e aos 54 anos Verônica aprendia então a ler em braile e a enxergar o novo através da literatura.

Até hoje, aos 62 anos, Verônica só teve acesso a literaturas religiosas ou infantis, mas graças a Coleção Regionais, da Rede de Leitura Inclusiva, ela com seu jeito simples e carisma encantador terá na biblioteca de sua pequena cidade (Biblioteca Pública Municipal Hermes) mais uma infinidade de histórias e a cada folhear seus olhos se abrirão, mesmo que lúdica e fantasiosamente, para novas histórias e aventuras. Através da semana de Leitura Inclusiva, Maria Verônica ganhou também uma bolsa para aprender a escrever e braile, a tornando capaz de imortalizar sua história não apenas através da fala mas também da escrita.

GTParaíba da Rede de Leitura: ações em João Pessoa e Campina Grande

No dia 16 de agosto, o GTPB realizou duas atividades para compartilhar as experiências na área de livro, leitura e inclusão da pessoa com deficiência.A primeira foi uma roda de conversa no Instituto Federal da Paraíba – Campus João Pessoa, que contou com membros do GT e parceiros do IF. Esse encontro também contou com a parceria do GTPE, que veio de Recife para compartilhar saberes e estratégias de atuação em rede.
Na roda de conversa foram abordados temas na área do direito à informação e leitura; disponibilização de livros acadêmicos em formato acessível; articulação entre instituições de ensino e de atendimento aos jovens com deficiência e o fortalecimento de práticas esportivas; e uma agenda temática a ser construída pelo GT.
Durante o encontro foi feita uma articulação para o lançamento do projeto Regionais na capital João Pessoa.

A segunda agenda foi uma visita ao Instituto de Educação e Assistência aos Cegos do Nordeste, na cidade de Campina Grande. Nessa atividade parceiros do GTPB,do GTPE, do Instituto, da Universidade, do IFPB (Campus João Pessoa) dialogaram com crianças, jovens e adultos, profissionais e participantes dos projetos do Instituto, sobre a importância da leitura e da produção de materiais acessíveis para as pessoas com deficiência visual.

 

Reunião GTMS: diálogo em rede para lançamento do projeto Regionais

Dia 23 de agosto o GTMS ser reuniu na biblioteca do ISMAC – Instituto Sul Mato Grossense para Cegos Florivaldo Vargas, para articular ações de livro e leitura em parceria.

O encontro contou com a presença de parceiros do CAPDV/MS, da Biblioteca Municipal de Campo Grande e da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – SECTUR e teve como principal objetivo dialogar sobre uma ação local voltada para o direito à leitura inclusiva para a pessoa com deficiência e outras populações do estado.

Essa ação também será feito o lançamento do Projeto Regionais no Mato Grosso do Sul.

GT Paraíba da Rede de Leitura: parceria intermunicipal e interestadual

No dia 16 de agosto, o GTPB realizou duas atividades para compartilhar as experiências na área de livro, leitura e inclusão da pessoa com deficiência.

A primeira foi uma roda de conversa no Instituto Federal da Paraíba – Campus João Pessoa, que contou com membros do GT e parceiros do IF. Esse encontro também contou com a parceria do GTPE, que veio de Recife para compartilhar saberes e estratégias de atuação em rede.

Na roda de conversa foram abordados temas na área do direito à informação e leitura; disponibilização de livros acadêmicos em formato acessível; articulação entre instituições de ensino e de atendimento aos jovens com deficiência e o fortalecimento de práticas esportivas; e uma agenda temática a ser construída pelo GT.

Durante o encontro foi feita uma articulação para o lançamento do projeto Regionais na capital João Pessoa.

A segunda agenda foi uma visita ao Instituto de Educação e Assistência aos Cegos do Nordeste, na cidade de Campina Grande. Nessa atividade parceiros do GTPB,do GTPE, do Instituto, da Universidade, do IFPB (Campus João Pessoa) dialogaram com crianças, jovens e adultos, profissionais e participantes dos projetos do Instituto, sobre a importância da leitura e da produção de materiais acessíveis para as pessoas com deficiência visual.

VI Encontro da Rede de Leitura Inclusiva GT Pernambuco

Nessa terça-feira, dia 16, participamos dos eventos em comemoração a Semana Estadual e Municipal da Pessoa com Deficiência, organizado pelo GT Pernambuco da Rede de Leitura Inclusiva em parceria com Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco  e a Secretarias Estadual e Municipal de Educação.

Esse foi o VI Encontro da Rede de Leitura Inclusiva GT Pernambuco que possibilitou o diálogo com alunos, professores e demais profissionais da área de livro, leitura e pessoa com deficiência. Durante a atividade o público abordou os desafios e potências de promover a leitura em diversas formas e com diferentes públicos, pensando em parceria.

As atividades da Semana Estadual e Municipal da Pessoa com Deficiência realizada na Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco se estenderá até dia 18/08, com mesas de diálogos, Momento Poético, Visita Guiada com acessibilidade e Contação de Histórias em formatos acessíveis: libras e audiodescrição.

Participem!

 

Piauí dialoga sobre Leitura Inclusiva e Projeto Regionais

O Grupo de Trabalho da Rede de Leitura Inclusiva do Piauí se reuniu em 02 de agosto para dialogar sobre ferramentas e estratégias colaborativas que incluam as pessoas com deficiência visual e outras deficiências nas ações locais de educação, cultura e comunicação, entre outras áreas.

Reunidos na Universidade Federal do Piauí – UFPI, parceiros da Universidade, do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE, da Associação dos Cegos do Piauí – ACEP, Comradio do Brasil, da Fundação de Apoio às Entidades dos Cegos do Piauí – FACEP, abordaram as conquistas e potencialidades para a efetivação da participação das pessoas com deficiência em ações de livro, leitura e direito à informação.

O GT dialogou sobre o Projeto Regionais e pré-agendou a Roda de Leitura para uma ação, que será construída pelo GT e seus parceiros locais, nas atividades de celebração do aniversário do Estado do Piauí, em 19 de outubro de 2017.

Acre

CENTRO DE APOIO PEDAGÓGICO PARA ATENDIMENTO ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA VISUAL DO ACRE (CAP_AC)

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Livro em formato acessível
Impressão em braile
Leitores de tela
Audiodescrição

ENDEREÇO:
Rua Omar Sabino de Paula, 650, Bairro Estação Experimental, 69906-400, Rio Branco – AC

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

O QUE ENCONTRAR:

ACESSIBILIDADE:
Impressão em braile

ENDEREÇO:
BR 364, Km 04, Distrito Industrial, 699915-900, Rio Braco – AC

 

 

 

ALAGOAS

BIBLIOTECA PÚBLICA ESTADUAL GRACILIANO RAMOS

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura
Sarau
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Livro em formato acessível
Leitores de tela

ENDEREÇO:
Praça Dom Pedro II, 57, Centro, 57020-130, Maceió, AL

 

ESCOLA ESTADUAL DE CEGOS CYRO ACCIOLY

 O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura
ACESSIBILIDADE
Coral
Teatro
Goalboll
Livro em formato acessível
Impressão em braile

ENDEREÇO:
Rua Pedro Monteiro, s/n, Centro, 57020-150, Maceió, AL

 

AMAPÁ

ESCOLA ESTADUAL PROF. GABRIEL ALMEIDA CAFÉ

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura
Sarau
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Educação especial
Tecnologias assistivas
Leitores de tela
Ledor
Intérprete

ENDEREÇO:
Av. FAB, 91, Centro, 68906-005, Macapá – AP

 

AMAZONAS

SECRETARIA DE CULTURA DO ESTADO DO AMAZONAS

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Livro em formato acessível
Impressão em braile
Ampliadores de tela
Leitores de tela
Audiodescrição

ENDEREÇO:
Avenida Pedro Teixeira , 2565, D. Pedro, 69040-333, Manaus – AM

 

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura

ENDEREÇO:
Estrada dos Moraes 370 – A, Centro, 69190-000, Maués – AM

 

SEDUC – ESCOLA ESTADUAL PROFª HILDA DE AZEVEDO TRIBUZY

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Livro em formato acessível
Impressão em braile

ENDEREÇO:
Av. Noel Nutells, s/n, Cidade Nova, 69093-770, Manaus – AM

 

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARINTINS

O QUE ENCONTRAR:

ATIVIDADES DE LIVRO E LEITURA
Empréstimo de livro
Roda de leitura
Sarau
Produção de texto (informativos, oficinas literárias, fanzine, jornais comunitários, mural, spots, etc)

ACESSIBILIDADE
Educação especial
Livro em formato acessível
Impressão em braile

ENDEREÇO:
Av. Nações Unidas, s/n, Centro, 69151-000, Parintins – AM